Monday, June 05, 2006

Wallace e Gromit e a maldição do "Coelhosomen"


Uma das poucas coisas que ainda me fazem ter algum interesse na cerimônia do Oscar, é o Oscar de melhor animação. Adoro desenho animado. Posso dizer que parte da minha formação devo a Chuck Jones, Walter Lantz e Walt Disney (nessa ordem). Sempre assisto a todos os longas de animação que saem no circuito nacional e sempre que posso vou ao Anima-Mundí para ver as novidades. A Luc - que me conhece bem - sabe que sou um desenhista frustrado.
Fiquei surpreso quando a excelente animação "stop motion" do Tim Burton "Noiva-cadáver" perdeu para "Wallace E Gromit - A Batalha dos vegetais". Pensei: "Preconceito com o Tim Burton! Marmelada! Querem fazer média com os ingleses!" Só por um instante pensei assim. Depois eu pensei: Esse tal de "Wallace E Gromit" deve valer alguma coisa pra desbancar o Tim Burton. E não é que o desenho é mesmo sensacional ?

Mas que nome sem vergonha! "A Batalha dos vegetais"? Onde isso vai interessar uma criança?
Eu mesmo fique desanimado com a animação. Pensei que eu veria alfaces falando ou coisa do tipo. Felizmente não era nada disso...

A animação é "stop motion" com massa. São 25 fotografias por segundo de filme para obter movimentos inferiores a animação computadorizada. Pode irritar crianças que estão acostumadas com o padrão "Procurando Nemo" de animação.
No início, para quem ainda não assistiu o (também excelente) "A fuga das galinhas", a gente estranha um pouco o "stop motion", mas logo a história te envolve e você começa a querer saber o que vai ser de Wallace E Gromit. As personagens são fantásticas! Têm personalidade de sobra. Gromit (o cão) rouba a cena o tempo todo. Ele é uma personagem sem falas e tudo o que ele pensa pode ser inferido a partir de sua expressão facial. Uma tradição que remete ao cinema mudo. Já entrou na lista das minhas personagens prediletas.
É uma pena que quase não se usem mais personagens mudas. Até hoje eu não perdoei a Disney por ter feito o desenho "Dinossauros" com fala. Foi horrível. Tivessem colocado o mesmo desenho, com personagens mudas, o efeito teria sido outro.
O desenho parte de um argumento interessante: Numa cidade onde as pessoas valorizam a vida agrícola, o símbolo de status é vencer o concurso de legumes gigantes e receber o troféu: Uma cenoura de ouro maciço. Nessa sociedade negócios como o de Wallace são indispensáveis: Serviço de Combate a pragas. E as pragas são coelhos que simplesmente acabam com as plantações.
O argumento pode parecer inverossímil e estapafúrdio até, mas os coelhos já foram um problema e tanto para os agricultores na Austrália do início do século XX. Os australianos chegaram a construir a maior cerca do mundo para conter a praga de coelhos que destruíam as plantações. A cerca tinha de ser alta. Para vocês terem uma idéia da dimensão da praga, teve partes da cerca que os coelhos conseguiram pular. Como? Simples, a medida que coelhos morriam tentando pular a cerca, outros pularam a cerca subindo em cima do morro de coelhos mortos. Parece coisa de "Além da imaginação", né Luc? Mas é verdade. Pesquisem no Google. Tem bastante informação sobre pragas de coelhos, não só na Austrália, mas também na Europa.
Mas o que importa é que a praga de coelhos é tratada de modo surreal, como naqueles filmes ao estilo "Invasores de corpos", "O ataque dos vermes malditos". As crianças podem ver num nível, ao passo que os adultos vêem em outro nível.
Além disso a história tem de tudo: Romance, suspense, comédia, crítica social etc. É um prato cheio.
Os Extras.
Os extras do DVD mostram que Wallace E Gromit já são bem conhecidos na Europa, Austrália e parte dos Estados Unidos desde os anos 80. Aqui, na América "o mundo perdido" Latina, é que poucas pessoas conheciam o universo de Wallace E Gromit. A patroa gostou tanto do Gromit que – se eu encontrar – darei um a ela de presente.
Luc, ao contrário de "Noiva-Cadáver", eu acho que o Arthur e a Lorena vão curtir Wallace E Gromit.

7 comments:

Luc said...

Acho melhor você parar de me citar nos seus posts...Eu já andava metida.
Ultimamente estou insuportável...
Devo avisar que estou copiando tudo e vou escrever um livro de biografia não autorizada quando você for famoso. Vou ficar milionária.
Eu não aguento mais ver "Lava Girl e Sharkboy" e da última vez que fui à locadora tentei convencer o Arthur a ver o tal Grommit...Confesso que perdi a batalha.
Vou pegar sem a anuência dele e ver no que vai dar!
bjus

Luc said...

Sugestão, "sugestiva", para post, hoje, no dia do Cara mais Under-groud (06/06/06)...

O pessoal por aqui no trampo anda ouriçadíssimo com o dia de hoje...

Gente impressionável...já diria o Urubulino do CHico Anísio.

Que tal falar do Anti-Cristo???

Thales said...

NONSENSE...NONSENSE...YEAH.
MEu caro,

Em primeiro lugar, parabéns por um ano de vida do seu blog. Eu também adorava aquele programinha controlador da WEB da AOL. Não sei se te falei, mas eu conheci minha noiva em uma das salas de bate-papo da AOL. Se tu acessou, era a famosa "Avenida Brasil". Creio que por causa disso tenho um carinho e uma lembrança muito especial daquelas épocas de AOL.

Em segundo lugar, WALLACE AND GROMMIT é MARAVILHOSO. Por uma incrível coincidência, assisti no dia que foi o Oscar. Eu ri para caramba, apesar de achar uma idiotice esse negócio de "A batalha dos vegetais". E uma das coisas que me chamou muito minha atenção foi justamente a grande personalidade das personagens: cada uma com suas manias, medos, angústias. O roteiro foi muito bem bolado.

Em terceiro lugar, finalmente assisti a Noiva Cadáver... sem palavras: Tim Burton é O cara! O filme é fantástico: fiquei maravilhado com as músicas; fiquei com um sentimento de tristeza ao saber do destino e da história da noiva cadáver; me deliciei com as personagens e principalmente com suas caracterizações. Engraçado que as aparências físicas delas diziam muito a respeito de suas personalidades.

Em quarto, estou sofrendo uma espécie de crise do sem-assunto. Na minha cabeça só vêm coisas relacionadas a Direito do Trabalho... novos questionamentos e novas dúvidas...quanto mais a gente estuda, mais a gente sabe que não sabe nada (como diria o Sr. Sócrates), mas pode deixar que as NONSENSES vão voltar... e vou expô-las;

Em quinto... me esqueci, mas eu creio que é isso.

Anonymous said...

Interesting website with a lot of resources and detailed explanations.
»

Anonymous said...

Hallo I absolutely adore your site. You have beautiful graphics I have ever seen.
»

Anonymous said...

I find some information here.

João Batista said...
This comment has been removed by the author.